O técnico do Paraná, Ricardinho, pode ser impedido de exercer a função. Isso porque o comandante tricolor não tem tempo laboral suficiente – três anos como treinador antes de 1998 – nem curso de educação física, conforme prevê a Lei Trabalhista. O ex-meia assumiu o time no início do ano, depois de se aposentar como jogador.

O Conselho Regional de Educação Física do Paraná (CREF9) deve notificar Ricardinho, o advogado dele, Domingos Moro, o clube e o Ministério Público na próxima semana. Depois, o MP deve abrir um processo para decidir a situação do técnico.

Segundo o presidente do CREF no Paraná, Antônio Eduardo Branco, a notificação deve pedir para que Ricardinho não assine mais a súmula dos jogos. Segundo ele, não há possibilidade de o técnico trabalhar este ano, podendo voltar a atuar como treinador apenas em 2013, quando começar o curso de Educação Física.

- O Ricardo não pode exercer a função de técnico porque não tem tempo laboral, três anos suficientes, antes de 1998, para exercer a função, nem curso de Educação Física. Ele será notificado, provavelmente na segunda-feira, por ofício do Conselho. À luz da lei, ele não pode exercer porque não detém condições que a lei exige. Ele pode fazer o curso e, aí sim, exercer a função.

Ricardinho já fez um pedido de registro provisório no CREF, que foi negado. Ele entrou com recurso, que também foi negado. Depois da notificação, o caso vai para o MP. Se for proibido de exercer a função, Ricardinho não poderá assinar a súmula, nem ficar no banco de reservas.

O advogado de Ricardinho, Domingos Moro, já trabalha para deixar o técnico em condições de exercer a função. O treinador, inclusive, já está matriculado em educação física e deve começar o curso no ano que vem.

- Nós entabulamos toda a documentação do Ricardinho perante o Conselho e, desde janeiro, procuramos atender todas as exigências do Conselho. Porém, houve um indeferimento. Hoje, o Ricardinho já está matriculado num curso de educação física. Portanto, no próximo ano ele já poderia ser um provisionado. Então, já atende a esta situação – explica Domingos Moro à Ràdio 98 FM.

Ainda conforme o conselho, é preciso estar fazendo o curso de Educação Física, não apenas estar matriculado para atuar como um profissional provisionado.

Ainda com Ricardinho no banco de reservas, o Paraná Clube recebe o Ceará às 16h20m (horário de Brasília) deste sábado, na Vila Capanema, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

 

Por: Fernando Freire.